Jornal Republicano – Órgão Regionalista das Beiras – Há 92 anos a informar
Fundador: 
Adriano Lucas (1883-1950)
Diretor "In Memoriam":  
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Agitação marítima sem grande impacto nas praias a sul da Figueira da Foz


quinta, 24 novembro 2022

A forte agitação marítima registada na madrugada de hoje nas praias da costa sul da Figueira da Foz não causaram problemas graves, disse fonte da Capitania do Porto.

“Houve alguma água do mar que atingiu zonas mais dentro, ao nível de estradas e orla costeira, mas nas habitações não temos relato de que tenha existido problemas de maior”, disse aos jornalistas o capitão Cervaens Costa, no Cabedelo, uma das zonas críticas.

As previsões iniciais do estado do mar para a madrugada de hoje apontavam para uma situação de agitação marítima preocupante, conjugada com a maré-alta, que iria afetar as praias do Cabedelo, Cova-Gala, Leirosa e Costa de Lavos, vulneráveis e fragilizadas pela erosão costeira.

Segundo Miguel Figueira, do movimento SOS Cabedelo, o pico da agitação marítima não se conjugou com a maré-alta, como estava previsto, e a situação acabou por não ter a gravidade que se esperava.

Para a tarde está prevista novamente a maré-alta, mas o capitão do Porto da Figueira da Foz não perspetiva problemas de maior.

“O pico foi durante a madrugada, entre as 02:30 e as 03:00, quando a altura do mar estava superior, mas a partir de agora estamos a assistir a uma diminuição da altura da ondulação e do período também, pelo que a probabilidade de haver incidentes é menor”, sublinhou.

Suplementos Temáticos

Edição de Hoje, Jornal, Jornais, Notícia, Diário de Coimbra, Diário de Aveiro, Diário de Leiria, Diário de Viseu