Jornal Republicano – Órgão Regionalista das Beiras – Há 91 anos a informar
Fundador: 
Adriano Lucas (1883-1950)
Director "In Memoriam":  
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

IPV recebe cerca de 360 alunos “com toda a segurança”


Liliana Figueiredo quinta, 28 maio 2020

Na próxima semana as várias unidades orgânicas do Instituto Politécnico de Viseu (IPV) voltam a receber cerca de 360 alunos, diariamente, para terem aulas presenciais. Neste regresso, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu vai receber estudantes da Escola Superior Agrária e da Escola Superior de Educação.
Com o objectivo de retomar o ensino presencial, o IPV implementou um plano para a reabertura, de acordo com as normas da Direcção-Geral de Saúde, para receber os alunos e profissionais em segurança.
O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, esteve, durante a manhã de ontem, nas instalações da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego e na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, onde acompanhou a retoma faseada das actividades lectivas e não lectivas, presenciando as respectivas medidas implementadas, tendo aproveitado para ouvir os responsáveis, alunos e docentes.
Luís Monney Paiva, presidente do IPV, explicou que estão a ser disponibilizados aos alunos equipamentos de protecção individual, existe afastamento nas salas de aulas, é feita a medição de temperatura, a desinfecção, e serão ainda colocados acrílicos para possibilitar que os alunos se sentem na mesma secretária. Contudo, explicou que continua a ser necessário “sensibilizar os estudantes porque apesar de colectivamente termos a ideia de que não vai haver uma segunda vaga, sabemos que o vírus está aí e que é importantíssimo continuarmos a ter protecção no retomar da nossa vida”.
Em relação às alterações feitas nos espaços, Luís Monney Paiva disse que o grande problema prendeu-se com a capacidade do número de alunos por sala. Para aumentar o espaço disponível, foram criados mais 150 lugares no pavilhão desportivo.
Em declarações aos jornalistas, o ministro Manuel Heitor afirmou que “o politécnico de Viseu foi particularmente dinâmico no seu plano de reactivação faseada”.
“Hoje [ontem] já vimos aqui avaliações presenciais e preparou-se para a partir da próxima semana ter, de uma forma responsável e bastante dinâmica, aulas e avaliações presenciais, mostrando aos estudantes e à população como se vive e convive com a pandemia”, afirmou, relembrando “que temos de aprender a viver com o risco”.
Para o ministro, as aulas presenciais são fundamentais no ensino e o IPV é um caso de sucesso.
“O exemplo do Politécnico de Viseu é um bom exemplo para todo o país, ao ter um plano muito concreto de reactivação de actividades presenciais”, afirmou, realçando que “não há ensino aprendizagem sem a presença de estudantes, sem o convívio, sem a relação entre estudantes e professores e estudantes e investigadores”.

Alunos podem manter
bolsa no Verão

De acordo com o ministro, este Verão os estudantes vão poder manter a bolsa de estudo, “antecipando formações, cursos com empresas com estágios profissionais, quer nas formações curtas iniciais, quer nas formações pós graduadas”, mantendo-se activos nas escolas.
Também Luís Monney Paiva refere que esta “é uma excelente ideia para que não haja interrupção na atribuição de bolsa”.
“Os estudantes que queiram continuar a estudar, a frequentar quer a antecipação de aulas, de disciplinas e unidades curriculares que existem nos cursos onde estão inscritos, quer seja a frequentar ofertas que o Politécnico de Viseu vai elaborar para que possam fazer formações mais curtas, virão cá nesse período de tempo (férias) e podem ter esse benefício”, concluiu.

Leia a notícia completa na edição em papel.