Jornal Republicano – Órgão Regionalista das Beiras – Há 90 anos a informar
Fundador: 
Adriano Lucas (1883-1950)
Director "In Memoriam":  
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Agentes culturais fazem vigília em Leiria contra “apoios vergonhosos”


foto: DR / Legenda: Várias cidades do País aderiram ao protesto convocado pelos agentes culturais sexta, 22 maio 2020

Contra “apoios vergonhosos” e “medidas fracas, escassas e dececionantes”, agentes culturais participam õntem em Leiria na Vigília pela Cultura, que procura um futuro para o sector em que “há artistas a passar fome”.
No centro da cidade, com vista para o Castelo de Leiria, às 09h00 marcavam presença na vigília um actor, um bailarino, um músico e um editor, sendo esperados a participação de 35 agentes culturais.
A reivindicar “condições de trabalho” e “uma carreira profissional”, Frédéric da Cruz Pires disse à agência Lusa considerar os apoios para a cultura anunciados pelo Governo “vergonhosos”, com medidas “fracas, escassas e decepcionantes”.
“Qual é o futuro? O que é que isto nos reserva? Hoje estamos aqui. Se for necessário, amanhã estamos aqui. E se for necessário, para a semana estamos aqui. Alguma coisa tem de ser feita para a sobrevivência do sector, para o bem-estar dos profissionais e para a continuidade da cultura no território nacional”, afirmou o actor.
Em Leiria e na zona centro, quem vive da cultura “já estava mal antes da pandemia”. Agora tudo se complicou: “Há artistas a passar fome, porque não podem fazer rigorosamente nada. Tem de haver novas medidas, mais coerentes. Um milhão e 700 mil não é nada para um sector imenso”.

Leia a notícia completa na edição em papel.