Jornal Republicano – Órgão Regionalista das Beiras – Há 94 anos a informar
Fundador: 
Adriano Lucas (1883-1950)
Diretor "In Memoriam":  
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

125 anos de Queima - Eduardo Reis, responsável pela Logística Geral (com vídeo)


Entrevista de Inês Morais | Imagem de Ferreira Santos Terça, 21 de Maio de 2024
Voz aos Comissários
Em contagem decrescente para a Queima das Fitas, o Diário de Coimbra dá a conhecer o trabalho dos comissários responsáveis pela festa.

Quais são as suas funções na organização da Queima das Fitas?


O meu trabalho nesta edição da Queima das Fitas, na maior festa académica do país, é o de apoiar todos os membros da Comissão Central, fazendo com que seja possível cumprir e concretizar todo o Plano de Atividades da Queima das Fitas estipulado para este ano. O meu trabalho passa por muito por apoiar todos os comissários e a todas as atividades culturais e desportivos que tenham de ser realizadas em nome da Queima das Fitas e fazer acontecer. Ou seja, qualquer que seja a necessidade logística de qualquer um dos pelouros eu sou o responsável por organizar. Desde que entrei nesta comissão, esse é um dos meus maiores compromissos.



O que distingue o seu pelouro, por exemplo, do pelouro responsável pela Logística de Parque?


O meu trabalho neste pelouro passa muito por trabalhar em colaboração com os outros comissários e com as atividades que são organizadas por casa um dos pelouros antes e durante a semana da Queima das Fitas. Eu sou a pessoa para quem eles podem ligar a qualquer momento e eu vou tentar ao máximo resolver os problemas que possam surgir. Neste momento, a Queima das Fitas passa muito por ser uma festa dos comissários, porque para além das noites de Parque que têm as suas especificidades, há um conjunto de atividades desportivas e culturais que necessitam de alguém alocado para que não se sobrecarregue os que são responsáveis por organizar a semana da Queima.


O apoio que eu dou é muito mais específico para que não caia sobre o coordenador-geral ou vice-coordenador estes problemas ou logísticas dos outros eventos e iniciativas.



Qual é o maior desafio em organizar uma festa como a Queima das Fitas?


Neste momento o maior desafio na organização da Queima das Fitas, na minha área técnica, é mesmo organizar a parte do Chá Dançante, o Baile de Gala das Faculdades e no seu auge a Serenata. A Serenata acaba por ser o ponto-alto desta festa, sem a Serenata não faz sentido dar o nome da Queima. As Noites do Parque acabam por vir também historicamente depois de haver uma Serenata Monumental. O facto de ainda não termos o local confirmado para a realização da Serenata, o tempo começa a escassear e isso acaba por ser uma grande pressão para toda a Comissão Organizadora, porque vamos ter que realizar este que é o maior evento da Queima das Fitas.


Suplementos Temáticos