Jornal Republicano – Órgão Regionalista das Beiras – Há 94 anos a informar
Fundador: 
Adriano Lucas (1883-1950)
Diretor "In Memoriam":  
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Festival Caminhos quer atrair público e manter qualidade


Segunda, 20 de Novembro de 2023

A 29.ª edição do Festival Caminhos do Cinema Português, que decorreu ao longo de uma semana em Coimbra - estendendo exibições a Penacova e à Mealhada -, envolveu perto de cinco mil espectadores, um número que tem vindo a decrescer de edição para edição, mas que não desanima os organizadores do evento. Num breve balanço, Tiago Santos, da direção do festival, realçou ao nosso jornal a articulação estabelecida com concelhos da região, o regresso das ações de formação de públicos e mais especializadas e o encontro entre outras artes e o cinema, áreas que deverão merecer aposta reforçada na próxima edição (ver segundo texto).
«O nosso objetivo será sempre oferecer um programa forte, coeso e de qualidade. A qualidade deve ser o grande destaque de um festival, queremos crescer em espectadores que tenham o hábito e o desejo de consumir cinema de qualidade», disse ontem ao Diário de Coimbra, admitindo que «a média tem sido de 6.500 espectadores».
A adesão do público escolar ficou aquém na cidade de Coimbra. Como noutros centros urbanos, «há uma sobreoferta de atividades para estas instituições, as saídas também são menos frequentes, desde o Covid, mas tivemos sempre participação nas sessões», explicou. Tiago Santos sublinhou, por outro lado, a boa adesão a atividades formativas, com destaque para as masterclasses com profissionais - Miguel Dores, Leonor Areal, Nádia Henriques e Nuno Beato -, workshops e um simpósio, que contribuem para a formação especializada e de públicos. «Tivemos especialistas de cinema a falar do seu trabalho, em ações que tiveram um objetivo democratizador no acesso», disse, notando que o custo foi o de um bilhete de cinema e que mais de uma centena de pessoas participaram nestas atividades.
O 29.ª Festival Caminhos exibiu 156 filmes ao longo de sete dias, na Casa do Cinema de Coimbra, no Teatro Académico de Gil Vicente, no Cine-Teatro Messias (Mealhada) e no Auditório Municipal de Penacova. Na cerimónia de encerramento, realizada no Convento São Francisco, foram anunciados os filmes vencedores nas diferentes categorias, cabendo o Grande Prémio Cidade de Coimbra a “Cidade Rabat” de Susana Nobre.|

CCDR Funtos Europeus