Jornal Republicano – Órgão Regionalista das Beiras – Há 89 anos a informar
Fundador: 
Adriano Lucas (1883-1950)
Director "In Memoriam":  
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Aprender a comer saudável no Mercado D. Pedro V


sexta, 12 julho 2019
Um prato colorido, à partida, é sinónimo de comida saudável, pois pressupõe que se privilegie a diversidade de legumes. Foi o que o chef Nuno Porfírio, da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, o nutricionista Daniel Cipriano e a engenheira alimentar, Susana Umbelino, ambos da Câmara  tentaram mostrar ontem, ao longo do workshop de alimentação saudável “Refeições Coloridas” que decorreu durante a manhã, no Mercado D. Pedro V. Uma manhã muito proveitosa para quem quis ouvir os conselhos do nutricionista e da engenheira alimentar e ver como o chef Nuno Porfírio foi harmonizando todos os ingredientes. Primeiro, Susana Umbelino explicou como se devem comprar e escolher os legumes. Saber que «devem estar viçosos, com brilho e sem manchas», Outras dicas sobre conservação e como acondicionar no frigorífico foram também muito bem aceites pelo público, na maioria composto por elementos do sexo feminino que, por certo, conhecem os procedimentos, mas também sabem «que é sempre tempo de aprender», como dizia uma das senhoras presentes. E à medida que Susana Umbelino deixava as suas dicas, o chef Porfírio ia dando andamento ao primeiro prato “Salada de Couscous”, não faltando a cebola roxa, as lentilhas laranja, o pimento verde, o feijão encarnado, os coentros, o tomate cherry preto, os espargos. Depois, foi a vez de Daniel Cipriano mostrar como «uma salada colorida pode ser bem nutritiva. Quanto mais cor, mais vitaminas e minerais» e se alguém pensar que «faltam as proteínas, desengane-se..», diz Daniel Cipriano, explicando que «feijão seco, grão, lentilha são ricas em proteínas, de origem vegetal, claro...».  
Leia a notícia completa na edição em papel.